Banco Central Europeu afirma que a economia está “cada vez mais sólida”

O Banco Central Europeu manteve seu programa de estímulo e taxas de juros inalteradas, embora tenha reconhecido que a economia da zona do euro de 19 países esteja se tornando cada vez mais forte.

Enquanto os indicadores apontaram para um crescimento muito mais rápido, havia pouca expectativa de que o banco central aliviaria seus programas de estímulo na véspera da segunda volta da eleição presidencial francesa, na qual o candidato anti-euro Marine Le Pen concorreu contra Emmanuel Macron.

Os especialistas acreditavam que a vitória de Le Pen poderia perturbar os mercados financeiros, uma vez que ela afirmou que poderia tirar a França da união monetária compartilhada. O presidente do BCE, Mario Draghi, sugeriu que a eleição não teve qualquer influência sobre a decisão do banco e observou que, embora o crescimento tenha melhorado, a inflação permanece fraca.

“Na verdade, não fazemos política monetária com base nos prováveis resultados das eleições”, disse Draghi em uma entrevista coletiva após a decisão. “Não vimos evidências suficientes para alterar nossa perspectiva de inflação”.

Draghi disse que o banco central não está confiante de que a inflação vá subir e permanecer na meta do banco pouco abaixo de 2%. Neste ano até o mês de março, a inflação geral foi de 1,5%, com a taxa subjacente, que tira itens voláteis, como a energia, ainda menor em 0,7%.

Os comentários sobre a inflação encobriram o valor do euro, que estava negociando 0,3% a menos, o que equivale a US $ 1,0867, apesar de Draghi dizer que dados recentes mostraram “que os riscos de queda ainda diminuíram” para a economia.

Em uma declaração, o BCE omitiu qualquer indício de quando o banco poderia diminuir seu programa de estímulo extraordinário, no qual injeta dinheiro na economia através de um sistema de compras de títulos.

Especulação de um afilamento do programa tem crescido após pesquisas mostrarem que a economia da zona do euro está acelerando este ano. Isso foi ainda mais evidenciado em uma pesquisa feita na pela Comissão Executiva da União Europeia, que encontrou o sentimento econômico na zona do euro perto de um máximo de dez anos.

“É verdade que o crescimento está melhorando, as coisas estão indo melhor”, disse Draghi, que descreveu a recuperação como “sólida e ampla” em comparação com “desigual e frágil” em 2013. No entanto, o BCE não parece querer correr riscos, especialmente porque o desemprego permanece elevado em 9,5%.

Sua declaração foi de que o banco central mesmo “estando pronto para aumentar” poderá perder o estímulo de perspectivas para o crescimento se a inflação piorar. Os analistas consideram que isso é uma formulação para desencorajar os investidores de especular sobre o fim do estímulo – o que pode impulsionar prematuramente as taxas de juros do mercado, atenuando seus benefícios pretendidos.

 

Casais que dizem não para a mesmice

O casamento ainda é considerado uma das grandes realizações da vida de uma mulher. E a cerimônia oficial do casamento então? Para muitas mulheres é um dos momentos mais esperados e sonhados da existência feminina e por essa razão, tudo tem que sair perfeitamente como foi planejado.

Talvez seja por isso que casais de noivos costumam planejar com bastante antecedência a data da boda. Pois só assim para dar conta de tantos detalhes e fazer com que o grande dia não seja ofuscado por uma mínima coisa que seja.

Porém, enganasse quem pensa que toda noiva deseja seguir os costumes e rituais tradicionais de um casamento. Como realizar a cerimônia religiosa apenas na igreja, usar somente branco na cor do vestido ou entrar na igreja ao toque da marcha nupcial. Ou, ainda, dançar apenas valsa no momento do solo do casal.

Hoje, muitos são os casais que decidem inovar com seus enlaces matrimoniais. Só que na maior parte das vezes, a ideia surge de um grande desejo da noiva. Mas, há casos onde é o noivo que decide surpreender. E, geralmente, nessas horas contam sempre com a colaboração de parentes e amigos próximos para por em prática o instante especial.

Entre os milhares de casamentos das últimas décadas, alguns marcaram muito a época em que foram realizados. Como a cerimônia religiosa em que noivos e padrinhos entrarem na igreja ao som de música pop, com direito a coreografia e tudo.

Tais inovações matrimoniais costumam causar grande furor na maioria dos convidados, que surpreendidos, ficam tão admirados quanto o noivo ou a noiva.

Em alguns enlaces, esses momentos de descontração acabam sendo considerado o ápice da festa e ao final de tudo, não há quem não acabe aprovando a surpresa especial.

Entretanto, há casais que vão bem mais além na hora de oficializar a união e surpreendem não só os amigos e parentes mas, o mundo inteiro. Como os cônjuges James Sissom e Ashley Schmeider que escolheram o Monte Everest como o local do enlace.

Assim como os norte-americanos, muitos outros casais também trocaram alianças em locais bastante inusitados. E isso já pode ser acompanhado em diferentes ocasiões. São vários os registros de casais trocando votos embaixo d’água em pleno mar aberto. Como também de casais trocando alianças enquanto pulam de pára-quedas.

É certo que com a escolha de tão original cerimonial, a maioria dos entes queridos fica de fora de tão importante momento conjugal. Em compensação, o que não vai faltar para esses casais é belas imagens e várias histórias para contar.

 

Micro e pequenas empresas têm forte participação feminina, reporta Flavio Maluf

A atuação feminina no âmbito das pequenas e microempresas brasileiras aumenta a cada dia. A adequação às novas oportunidades no mundo profissional, o interesse por mais liberdade em relação à criatividade exigida no próprio negócio e a busca por uma maior flexibilidade de tempo, especialmente para dar conta das atividades familiares, têm incentivado as mulheres a desenvolver o espírito empreendedor. De acordo com levantamento realizado pelo Sebrae em 2015, denominado Donos de Negócios – Análise por Gênero, o percentual de mulheres donas de empresas no Brasil, aumentou 34% no período entre 2001 e 2014. Durante o mesmo espaço de tempo, o aumento do número de homens foi de 14%. Ao todo, no ano de 2014, existiam 7,9 milhões de empreendedoras atuando nos mercados formal e informal. Deste número, 98,5% era composto por micro e pequenas empresárias, noticia Flavio Maluf.

Segundo Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae, o aumento da participação da mulher no mercado de trabalho representa um cenário cada vez mais forte – e por consequência, cada vez mais inseridas no universo empreendedor. O presidente ainda destaca que optar por abrir o próprio negócio é uma opção que o público feminino encontra para conciliar o lado profissional ao familiar. Segundo Afif, “A flexibilidade de horário de um dono de negócios é um atrativo para as mulheres que desejam organizar as finanças e, ao mesmo tempo, cuidar da família, já que 35% delas empreendem em casa. Entre os homens, esse número cai para 7%”, noticia Flavio Maluf. Ainda segundo a pesquisa, o percentual de mulheres empreendedoras que também são responsáveis pela renda da casa, cresceu de 27% para 41% entre os anos de 2001 a 2014. Já a proporção masculina de empreendedores que também são mantenedores do lar foi reduzida de 82% para 70% no mesmo espaço de tempo.

Outro fator importante a ser analisado é que, durante o período observado (2001-2014), o tempo de estudo do público feminino pulou de sete para nove anos, em média. Para Afif, este número é um demonstrativo de uma maior preparação das mulheres em relação aos homens, tanto antes da abertura do negócio como após o início das atividades, noticia o empreendedor Flavio Maluf.

Exemplo de participação feminina

A empresária Agnes Martins não sonhava abrir o próprio negócio até ser demitida de seu quinto emprego formal. A paulistana, que atuava como analista de crédito em uma fábrica de confecção atacadista foi pega de surpresa com a demissão. Esta foi sua inspiração para dar começar a jornada empreendedora, noticia Flavio Maluf. Com o dinheiro referente à rescisão do contrato em mãos, e a necessidade de garantir a renda doméstica enquanto não conseguiu um novo posto no mercado de trabalho, Agnes adquiriu uma máquina de costurar específica para manufatura de bolsas artesanais.

Com o sucesso das vendas, entretanto, a intenção de regressar ao mercado de trabalho convencional, com carteira assinada e jornada de trabalho fixa foi aos poucos diminuindo. Nesta época, a moça tomou a iniciativa de procurar o Sebrae e realizou cursos na área de confecção. Segundo Agnes “Tudo mudou para melhor em todas as áreas”, reporta Flavio Maluf.

A questão sobre a segurança na internet se intensifica após mega ataque cibernético

Resultado de imagem para ataque cibernético

Na segunda quinzena do mês de maio, um grande ataque cibernético assustou usuários da rede mundial de computadores. A estimativa foi de 150 países atingidos e cerca de 200 mil vítimas, entre elas empresas e pessoas físicas, além de órgãos governamentais. A maior parte das empresas atingidas foram na Europa, como a Telefónica na Espanha, Renault na França, o sistema britânico de saúde, a companhia de trens alemão, Deutsche Bahn (DB), além da norte americana Fedex.

O ciberataque foi provocado por um malware (software malicioso) do tipo ransomware (sequestrador de computador), batizado como “WannaDecryptor”: responsável por bloquear o acesso do usuário a seu próprio computador. Os computadores infectados usavam o sistema operacional da Microsoft Windows. O invasor de posse dos dados e do acesso à máquina exigiram pagamento em Bitcoin para o desbloqueio. O Bitcoin é uma moeda virtual criptografada de difícil rastreamento.

Surpreendentemente, dois jovens interromperam o ataque ao comprar o domínio no qual estava hospedado o vírus, pela quantia de $10,96. Um deles chama-se Darien Huss, norte americano de 28 anos, engenheiro de tecnologia da empresa de segurança cibernética Profpoint, e o outro apresenta-se pelo codinome Malwaretech, um jovem de 22 anos do Reino Unido especialista em segurança cibernética.

Ambos vinham pesquisando falhas no sistema operacional Windows e haviam alertado para a ameaça do vírus “WannaDecryptor” que foi o usado para o mega ataque. O malware explora um defeito de segurança da Microsoft Windows que a NSA (Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos) já havia apontado. Logo, o Windows lançou um patch para atualizar e corrigir o problema. Porém, como se verificou, nem todos os usuários fizeram as atualizações de segurança.

Vulnerabilidade estimula medidas de segurança na internet

O Brasil também foi atingido pelos ataques do “WannaDecryptor”. Como medida de segurança, algumas empresas e órgãos públicos desligaram seus sistemas preventivamente como a Petrobras, INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Itamaraty, Ministério Público de São Paulo e os Tribunais de Justiça de vários dos estados da federação, entre outros.

O incidente trouxe a tona a problemática da vulnerabilidade na internet, várias organizações governamentais e empresas estão atualizando seus sistemas e investindo em segurança cibernética. Para os usuários dos sistemas operacionais da Microsoft nas versões do Windows 7, 8.1, 10 e Windows Server 2016, recomenda-se que realizem atualizações de segurança para resolver problema identificado no motor do Microsoft Malware Protection (MsMpEng) disponível no portal da empresa.

Nenhum informação sobre a origem ou identidade dos hackers envolvidos no ataque foi noticiada. Para evitar possíveis invasões recomenda-se, além das atualização de segurança, o uso de antivírus e boas práticas de navegação, como evitar sítios de conteúdo proibido, acessar e-mails desconhecidos, acessar links sugeridos por terceiros em redes sociais, além de não executar downloads sem a verificação da origem. Recomenda-se, ainda, realizar regularmente o back-up (cópia de segurança) de seus dados.

 

 

Casais que dizem não para a mesmice

Resultado de imagem para casamento
O casamento ainda é considerado uma das grandes realizações da vida de uma mulher. E a cerimônia oficial do casamento então? Para muitas mulheres é um dos momentos mais esperados e sonhados da existência feminina e por essa razão, tudo tem que sair perfeitamente como foi planejado.

Talvez seja por isso que casais de noivos costumam planejar com bastante antecedência a data da boda. Pois só assim para dar conta de tantos detalhes e fazer com que o grande dia não seja ofuscado por uma mínima coisa que seja.

Porém, se engana quem pensa que toda noiva deseja seguir os costumes e rituais tradicionais de um casamento. Como realizar a cerimônia religiosa apenas na igreja, usar somente branco na cor do vestido ou entrar na igreja ao toque da marcha nupcial. Ou, ainda, dançar apenas valsa no momento do solo do casal.

Hoje, muitos são os casais que decidem inovar com seus enlaces matrimoniais. Só que na maior parte das vezes, a ideia surge de um grande desejo da noiva. Mas, há casos onde é o noivo que decide surpreender. E, geralmente, nessas horas contam sempre com a colaboração de parentes e amigos próximos para por em prática o instante especial.

Entre os milhares de casamentos das últimas décadas, alguns marcaram muito a época em que foram realizados. Como a cerimônia religiosa em que noivos e padrinhos entrarem na igreja ao som de música pop, com direito a coreografia e tudo.

Tais inovações matrimoniais costumam causar grande furor na maioria dos convidados, que surpreendidos, ficam tão admirados quanto o noivo ou a noiva.

Em alguns enlaces, esses momentos de descontração acabam sendo considerado o ápice da festa e ao final de tudo, não há quem não acabe aprovando a surpresa especial.

Entretanto, há casais que vão bem mais além na hora de oficializar a união e surpreendem não só os amigos e parentes mas, o mundo inteiro. Como os cônjuges James Sissom e Ashley Schmeider que escolheram o Monte Everest como o local do enlace.

Assim como os norte-americanos, muitos outros casais também trocaram alianças em locais bastante inusitados. E isso já pode ser acompanhado em diferentes ocasiões. São vários os registros de casais trocando votos embaixo d’água em pleno mar aberto. Como também de casais trocando alianças enquanto pulam de pára-quedas.

É certo que com a escolha de tão original cerimonial, a maioria dos entes queridos fica de fora de tão importante momento conjugal. Em compensação, o que não vai faltar para esses casais é belas imagens e várias histórias para contar.

Briggs Automotive Company, fabricante do Mono mais rápido do mundo, tem como investidor o empresário e publicitário Alexandre Gama

A Briggs Automotive Company, fundada em 2009, é uma montadora de carros esportivos especializados e desperta bastante interesse dos apreciadores do automobilismo mundo afora. A empresa, que é formada pelos irmãos Neill e Ian Briggs, está sediada em Liverpool, Inglaterra, e tem como um de seus acionistas o empresário e publicitário Alexandre Gama. No ano de 2016, a empresa se destacou com o veículo Mono, que foi homologado e permitido andar nas ruas, estradas e pistas de vários países europeus, sendo assim o único monoposto do mundo a conseguir esse grande feito.

O CEO e fundador da agência Neogama, considerada umas das 20 maiores agências publicitárias do país, Alexandre Gama, que desde o ano de 2014 é associado à Briggs Automotive Company como investidor, sendo assessorado pela Belotti & Associados, adquiriu com exclusividade o único Mono que chegou ao Brasil. Amante do automobilismo, o empresário esclareceu que decidiu participar do projeto como investidor, tendo em vista que o veículo possui uma performance incomparável para quem gosta de pilotar e traz uma ideia bem instigante de carro.

Em testes realizados no percurso de Anglesey Coastal, localizado no País de Gales, Reino Unido, o automotor superesportivo conseguiu se tornar o carro mais veloz do mundo, segundo a Evo Magazine, que é referência em publicações do setor automotivo em avaliação de desempenho de veículos. Esse circuito atrai as maiores marcas de supercarros de diversas localidades, com o objetivo de exibir o valor de suas criações. Alexandre Gama, que de cliente se tornou acionista da empresa, faz parte dessa importante conquista da Briggs Automotive Company, que em 2015 entrou para privilegiada lista “Ones to Watch”, associada ao ranking Fast Track 100, periódico da Sunday Times.

Com o resultado de 1:07.70 segundos, o monoposto ultrapassou carros como Ferrari 458 Speciale, Porsche 918 Spyder e McLaren 675LT, que já realizaram testes no referido circuito e tiveram registros mais rápidos do mundo pela evo Magazine. Quanto ao Mono, a revista testou sua segunda geração, que possui novo motor de 2,5 litros e 305 cv de potência, com câmbio contínuo de 6 marchas usado na categoria de competição Fórmula 3. Neill Briggs, co-fundador da Briggs Automotive Company, celebrou o êxito e considerou uma façanha simplesmente incrível. Tudo é resultado da talentosa equipe que busca sempre fazer do Mono o melhor carro para os admiradores do automobilismo, como o próprio acionista Alexandre Gama.

O publicitário, que iniciou sua carreira no ano de 1982 como redator, é especialista em posicionar marcas e fazer com elas sejam desejadas pelos clientes. No ano de 2016, foi convidado pela Global Creative Board, comitê da Publicis Groupe formado por 6 líderes mundiais de agências, sendo o primeiro publicitário brasileiro ter essa representatividade. E agora, como investidor da Briggs Automotive Company, comemorou o resultado divulgado pela evo Magazine. Acostumado a ganhar prêmios, como 23 Leões em Cannes, além de um trabalho desenvolvido com VW, Audi, Pepsi e UMBRO, Alexandre Gama faz parte do projeto que transformou o Mono em um ícone, o carro mais rápido do mundo.

À medida que a economia cresce, o controle da Coreia do Norte sobre a sociedade é testado

Dezenas de mercados abriram nas cidades em todo o país desde que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, assumiu o poder há cinco anos. Uma classe crescente de comerciantes e empresários está prosperando sob a proteção de funcionários do partido no poder. Pyongyang, a capital, viu uma explosão de construção, e agora há carros suficientes nas ruas, o que aumentou o serviço de lavagem de carros.

Dados econômicos confiáveis são escassos. Mas desertores recentes, visitantes regulares e economistas que estudam o país, dizem que as forças do mercado nascente estão começando a remodelar a Coreia do Norte – um desenvolvimento que complica os esforços para conter as ambições nucleares de Kim.

Mesmo quando o presidente Trump aposta em sanções mais severas, especialmente pela China, para impedir que a Coreia do Norte desenvolva mísseis nucleares capazes de atingir os Estados Unidos, a melhoria da saúde econômica do país tornou mais fácil suportar essa pressão e adquirir fundos para seu programa nuclear.

Enquanto a Coreia do Norte permanece profundamente empobrecida, as estimativas de crescimento anual sob a regra de Kim variam de 1% a 5%, comparável a algumas economias em rápido crescimento sem sanções. Mas um abraço limitado das forças de mercado no que é suposto ser uma sociedade sem classes, também é uma aposta para o Sr. Kim, que em 2013 fez do crescimento econômico um objetivo político primordial, assim como o desenvolvimento de um arsenal nuclear.

O Sr. Kim, prometeu a seu povo que nunca terão que “apertar seus cintos” outra vez. Mas como ele permite que a empresa privada expanda, ele mina o principal argumento do governo de superioridade socialista sobre o sistema capitalista da Coreia do Sul.

Já há sinais de que as forças do mercado estão enfraquecendo o controle do governo sobre a sociedade. A informação está infiltrando-se junto com bens estrangeiros, corroendo o culto da personalidade em torno de Kim e sua família. E como as pessoas se sustentam e obtêm o que precisam fora da economia estatal, elas estão menos dependentes das autoridades.

“Nossa atitude em relação ao governo foi a seguinte: se você não pode nos alimentar, deixe-nos sozinhos para que possamos ganhar a vida através do mercado”, disse Kim Jin-hee, que fugiu da Coreia do Norte em 2014 e, como outros entrevistados, usa um novo nome no Sul para proteger os parentes que deixou para trás.

Depois que o governo tentou reprimir os mercados em 2009, ela lembrou: “Perdi a pouca lealdade que eu tinha pelo regime”. A população reclama que a política do país está mudando, e que os comandantes estão dando prioridade para construir um arsenal de bomba nuclear.

Veja mais sobre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e sua fixação por fabricar armas nucleares.

Eike Batista tem liberdade negada pela justiça

Resultado de imagem para eike batista

De acordo com o juiz do caso Marcelo Bretas, até o momento não existem novidades ou novas argumentações que possam dar ao empresário Eike Batista a possibilidade de um julgamento em liberdade.

Marcelo que é juiz da sétima vara criminal do Rio de Janeiro afirmou para a imprensa que o pedido de Habeas Corpus realizado pela defesa do empresário investigado foi negado. Eike atualmente aguarda o seu julgamento em regime fechado.

Como o empresário não possui ensino superior completo, ele se encontra em uma prisão comum junto com todos os outros presos de qualquer tipo de classe social ou acusação.

O juiz afirma que tomou essa decisão porque a participação do empresário no escândalo de corrupção e propina envolvendo alguns políticos do estado do Rio de Janeiro é muito relevante para que ele aguarde o julgamento em liberdade com risco de ser coagido por outros participantes ainda não indiciados pela policia federal.

Também foi negado o pedido de liberdade do advogado e ex-sócio da primeira dama do Rio, (Adriana Ancelmo) Thiago Gonçalves e Sergio Oliveira, considerado pela própria investigação um dos principais envolvidos no esquema de Cabral.

Os advogados de defesa do empresário Eike Batista pediram o julgamento em liberdade por afirmarem que o presidio e nenhum outro do estado possuem condições ideais para abrigar um dos maiores empresários do país.

Qualquer presido do Rio de Janeiro ou de qualquer estado do país passa por uma crise de verba para a sua manutenção e também por grave situação de superlotação. A maioria das selas é insalubre, mas continuam comportando os presos comuns.

Outro motivo que fez com que o juiz nega-se o Habeas Corpus foi o fato de que assim como os outros presos comuns (por não possuir diploma de ensino superior) o empresário Eike deveria sim ser tratado como são tratados a maioria dos encarcerados neste país.

Marcelo finalizou por dizer que nem a defesa, nem a acusação trouxeram para a sessão na sétima vara nenhuma novidade em relação ao caso que possa incriminar ainda mais ou inocentar o empresário. Sua participação no escândalo de propina do Rio de Janeiro ainda é muito importante em seu protagonismo, sendo assim, alegou o juiz, sua permanência no presidio é essencial.

 

 

Boletim do IPEA revela maior desemprego entre jovens, noticia Marcio Alaor

De acordo com a 62ª edição do Boletim Mercado de Trabalho, exposto no último dia 05 de maio pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os habitantes da região Nordeste, as pessoas que concluíram apenas o ensino fundamental e os jovens foram os mais atingidos com a perda de empregos em 2016, reporta o executivo do Banco BMG, Marcio Alaor.

Segundo o levantamento, os percentuais das taxas de desemprego contabilizadas trimestralmente, para jovens com idade entre 14 e 24 anos, cresceram de 20%, no ano de 2015, para 27,2% no ano passado. Os adultos, com faixa etária compreendida entre 25 e 59 anos, bem como os maiores de 60 anos, também registraram aumento nas taxas trimestrais de desemprego durante o ano de 2016. A parcela compreendida na faixa etária adulta fechou o último trimestre no ano passado com 9,1%, variação de positiva de 2,2 pontos. A população mais idosa também registrou aumento, alcançando 3,4%, acréscimo de 1,1% em comparação com 2016.

Na análise por região, o Nordeste foi quem obteve os maiores percentuais de desemprego: 14,4% no último trimestre de 2016, informa Marcio Alaor, do Banco BMG. Quando o parâmetro de investigação é a escolaridade, quem registra os percentuais mais significativos de aumento no desemprego são os estudantes que não conseguiram concluir o ensino médio. De forma efetiva, foi registrado 4,7% de aumento nos últimos três meses de 2016, chegando a 16,9%. Em 2015, havia sido registrado 12,2% de desemprego nesta categoria.

O número de trabalhadores autônomos cresceu 1,25% na comparação entre 2015 e 2016. Os funcionários públicos estatutários e os militares sofreram variação positiva de 0,65% no mesmo período. Todos os outros grupos assinalaram decréscimo nos níveis de ocupação durante o período investigado, noticia Marcio Alaor, do Banco BMG.

Panorama atual

Conforme o boletim, o “cenário de queda no nível de atividade, em 2016, liderou o comportamento do mercado de trabalho, que teve piora nos indicadores de ocupação e desemprego”. Ainda segundo o documento, o trabalho informal demonstrou pontos de evolução, o que representa um suspiro nos indicadores que apresentam taxas e indicadores deteriorados.

O levantamento, executado a partir de informações obtidas Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), auxilia na avaliação do comportamento do mercado de trabalho nacional, levando em consideração o desempenho dos anos anteriores. Também são ponderados dados do Ministério do Trabalho, mais especificamente do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), indica o executivo do BMG, Marcio Alaor.

Rendimento do trabalhador

Em 2016 foi registrado um valor médio de R$ 1.978, quando o assunto é o rendimento do trabalhador brasileiro. Em comparação com 2015, houve redução de 2,5 pontos percentuais. Os homens registraram decréscimo de 3,3%, enquanto as mulheres assinalaram queda de apenas 1% no período entre 2015 e 2016. Em relação a informalidade, o documento revelou taxas semelhantes no mesmo período, entretanto, sem perspectivas de mudanças para este ano, conclui o vice-presidente do Banco BMG, Marcio Alaor.

 

Morreu a mulher mais velha do mundo

Resultado de imagem para Emma Morano

Considerada como a melhor mais velha do mundo, Emma Morano faleceu no dia 16 de Abril em sua terra natal. Emma Morano tinha nacionalidade italiana e residia no norte de Itália, mais precisamente em Verbania. Segundo o prefeito da cidade do norte de Itália, “Ela teve uma vida extraordinária e sempre nos recordaremos de sua força por seguir adiante”, em referência à senhora que havia completado 117 anos.

Segundo a imprensa local, a mulher mais velha do mundo nasceu no dia 29 de Novembro de 1899 e assistiu atentamente o desenvolvimento das duas guerras mundiais e pela passagem de perto de uma centena de governos no seu país. Para além disso, a italiana refere que até aos 65 anos ela tinha trabalhado sempre na mesma fábrica.

Antes de falecer, Emma Morano tinha dado uma entrevista há cinco anos atrás relativamente a sua vida pessoal e profissional. A mesma confidenciou que a sua vida não foi fácil, “Trabalhei em uma fábrica até os 65 anos, depois, assunto encerrado.” A mesma senhora adiantou ao jornal “La Stampa” como foi que conheceu o seu noivo e como era a sua relação com ele. A história de Emma Morano é digna de um filme: o noivo com a qual estaria a planear se casar e viver uma vida feliz ao seu lado faleceu durante a primeira guerra mundial.

Com o noivo falecido e tendo já uma certa idade para a época (Emma tinha vinte e seis anos) em que vivia, Emma relembra que foi forçada a casar-se com alguém que tampouco amava ou amava a ela. “Ou você concorda em se casar comigo ou eu mato você”, exclama Emma com claros sinais de tristeza. Porém, a dramática história de Emma não termina aqui e ela revela uma confidência que realça a sua coragem e determinação em perseguir uma vida melhor sem se mostrar influenciada pela opinião pública, “Separei-me dele em 1938. Acho que fui uma das primeiras na Itália a fazê-lo.”

Emma era a única de entre nove irmãos que ainda continuava viva, contudo a sua longevidade não foi caso único na sua família. Um dos irmãos da italiana tinha falecido com 102 anos de idade.